Henry Moore
(1898 - 1986)

O artista Henry Spencer Moore nasceu no ano de 1898 em Castleford, Yorkshire e faleceu no ano de 1986 em Perry Green, Hertfordshire. Em sua carreira atuou como desenhista e escultor, o destaque do seu estilo foi o desenvolvimento de obras tridimensionais com foco figurativo tendo um passeio pela abstração. Até hoje Moore é reconhecido por suas esculturas abstratas criadas em grande escala e feitas de mármore e bronze fundido. Através de seu trabalho ele conseguiu introduzir uma nova forma de modernismo no Reino Unido. Podemos observar em sua obra grande influência da arte mexicana pré-colombiana além do surrealismo e o construtivismo. Moore passou a desenvolver um trabalho que tinha maior influência de artistas como Jacob Epstein, Constantin Brancusi e Frank Dobson. A ideia principal desse novo trabalho era criar uma escultura direta em que as imperfeições dos materiais bem como as marcas que as ferramentas deixavam passavam a fazer parte da obra. No ano de 1945 Moore já era um artista bastante conhecido e devido a isso foi indicado para ser membro do Comitê de Arte do British Council. Nessa fase ele ainda foi contemplado com o título honorário da Universidade de Londres. Parte do reconhecimento do seu trabalho se deve ao contraste do uso de espaços cheios e espaços vazios em suas obras. Como já tinha uma bagagem de observação e estudo de formas da natureza o trabalho de Moore conseguia ter integração com essa temática. O artista é tido como um dos principais escultores contemporâneos e recebeu diversos prêmios ao longo da carreira. No ano de 1983 o Metropolitan Museum de Nova Iorque criou a retrospectiva “Henry Moore: 60 anos de arte” que fez homenagem aos seus 85 anos de vida.

Henry_Moore_5_Allan_Warren_edited.jpg