SP-Arte 2022

Nesta edição da SP-Arte, o Escritório de Arte Paulo Kuczynski apresenta uma seleção de artistas modernos brasileiros, como Alfredo Volpi, Pancetti e Lasar Segall, além de obras de artistas internacionais como Torres García, Le Parc, Vieira da Silva, Paul Klee, Henry Moore e Jean Arp.

Entre as obras, destacam-se uma bela natureza morta de Giorgio Morandi, uma paisagem parisiense de Eliseu Visconti e uma seleção de pinturas de Di Cavalcanti, das década de 1920 a 1950, um dos maiores nomes do modernismo brasileiro e idealizador do evento que consolidou o movimento no país: a semana de arte moderna de 1922, que completou 100 anos em fevereiro deste ano.

IMG_9611.jpg

Volpi Popular

Com um caráter panorâmico, esta exposição abrange cinco décadas da carreira de Alfredo Volpi (Lucca, Itália, 1896 – São Paulo, 1988) e tem como enquadramento o contínuo interesse do artista por imagens, narrativas e personagens da cultura popular brasileira. Com 96 pinturas, a mostra está organizada em sete núcleos temáticos não cronológicos: Santas e santos; Retratos; Marinhas; Temas náuticos e lúdicos; Cenas urbanas e rurais; Fachadas; e Bandeirinhas e mastros.

Alfredo-Volpi-pintor-em-seu-ateliê._2.jpg.webp

Constelação Clarice

Celebrando a obra e o legado da escritora Clarice Lispector (1920-1977), o IMS Paulista traz a exposição Constelação Clarice. Uma investigação da poética da autora, com curadoria de Eucanaã Ferraz e Veronica Stigger, a mostra reúne aproximadamente 300 itens, incluindo manuscritos, fotografias, cartas, discos, matérias de imprensa e outros documentos.

Para criar essas interlocuções foi adotado o conceito de constelação. Onze núcleos apresentam obras em diversos suportes, criadas por 26 artistas visuais atuantes entre as décadas de 1940 e 1970. Uma singular história da arte brasileira é assim conjugada no feminino, com obras que só o universo literário de Clarice permite reunir, propondo uma teia de relações capaz de gerar novas e surpreendentes leituras recíprocas.

Catalogo-Constelacao-Clarice_capa_1225x1600.jpg

Composições para tempos insurgentes

Conectando o interior do museu e sua arquitetura modernista com o seu exterior, a exposição combina projetos artísticos desenvolvidos por artistas especificamente para a exposição com obras emprestadas de outras coleções e dos acervos do museu, oferecendo uma reflexão sobre processos e modelos de articulação de vida. De 9 de outubro a 6 de fevereiro no MAM-RJ.

MAM-Rio-7-Foto-Fabio-Souza-MAM-Rio-2048x1366-1.jpg

ArtRio 2021

De 8 a 12 de setembro de 2021, a feira de arte do Rio de Janeiro ganha sua 11ª edição, com formatos presencial e online.

Exposicao_5730.jpeg

Projetos para um Cotidiano Moderno no Brasil
(1920 - 1960)

Uma nova exposição sobre o art déco brasileiro acontecerá a partir de 21/08/2021 no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo, o MAC USP, de terças a domingos a partir das 11h. A exposição conta com obras de artistas como Antonio Gomide e Flávio de Carvalho, com direção de Ana Magalhães.

mac_i_edited.jpg

Di Cavalcanti, Muralista

O artista Di Cavalcanti ganhará uma exposição no Instituto Tomie Ohtake em São Paulo. A exposição Di Cavalcanti, Muralista tem curadoria de Ivo Mesquita e estará em cartaz de 2 de junho até 15 de agosto de 2021.

ohtake-culturall.jpg

Exposição de Acervo

Paulo Kuczynski Escritório de Arte convida para a exposição coletiva de obras do acervo da galeria, reunindo uma coleção espetacular de bambus de Ione Saldanha, obras de Frans Krajcberg, Mira Schendel, Alfredo Volpi, Franz Weissmann e uma coleção de cerâmicas de Pablo Picasso, entre outras obras de importantes artistas brasileiros e internacionais.

ione.jpg

Fundação Bienal

A Fundação Bienal de São Paulo apresenta a mostra Vento até 13 de dezembro de 2020 no Pavilhão Ciccillo Matarazzo como parte da programação da 34ª Bienal de São Paulo – Faz escuro mas eu cantoIntitulada a partir do filme Wind [Vento] (1968), de Joan Jonas, a exposição composta majoritariamente por obras desmaterializadas, em áudio e vídeo, busca ressaltar uma sensação de espaço e distância que raramente pode ser experimentada pelo público.

1287fc5a7725f084e1552f338f273f9e.jpg

MAM-SP

A exposição "Antonio Dias: derrotas e vitórias", além de contar com peças emblemáticas, como Nota sobre a morte imprevista (foto), apresenta também um conjunto que vai desde as primeiras obras abstratas do início dos anos 1960 até a última tela pintada por Dias, como cita o texto curatorial de Felipe Chaimovich.

123138884_3901091956588489_7037572359152

Tarsila: as duas e a única

O Escritório de Arte Paulo Kuczynski tem o prazer de anunciar a exposição Tarsila: as duas e a única. Tarsila do Amaral (Capivari, SP, 1886 – São Paulo, SP, 1973) foi figura fundamental do movimento modernista brasileiro, produzindo ao longo de sua vida uma potente e inovadora obra, a qual passou por diversos momentos, como o da pintura Pau-Brasil, Antropofágica e sua fase social. Duas importantes obras muito reproduzidas na vasta bibliografia existente sobre a artista constituem o eixo central da exposição. São elas Paisagem com dois porquinhos, de 1929, e Segunda Classe de 1933. Por integrarem coleções particulares, elas foram raras vezes vistas pelo público, a mostra assim constituindo uma oportunidade única para entrar em contato com elas em primeira mão. 

IMG_9421 copy 2.jpg

Ione Saldanha - A cidade inventada

Nova exposição individual de Ione Saldanha em cartaz no MASP.  No centro da obra de Saldanha há uma preocupação com uma certa representação ou invenção da cidade e da arquitetura, fosse ela real ou imaginada, daí o título desta exposição: Ione Saldanha: a cidade inventada. Nesse contexto, a artista passou das paisagens urbanas iniciais a construções arquitetônicas progressivamente abstratas, representadas de maneira fluida, delicada e orgânica, sempre trazendo a marca da mão da artista visível na superfície das pinturas, seja ela bidimensional ou tridimensional. Os Bambus, seus trabalhos mais icônicos, complexos, e verdadeiramente inovadores, são esculturas eretas que evocam a cultura brasileira popular e vernacular. De caráter antropomórfico, fazem referência tanto à cidade e à floresta, quanto ao sujeito que as habita, adquirindo uma qualidade instalativa sobretudo quando expostos em conjuntos.

O título desta exposição é inspirado no de uma mostra individual da artista intitulada Cidade inventada , realizada na Galeria Relevo no Rio de Janeiro, em 1962. 

bambus_1.webp

ArtSampa

São Paulo vai ganhar uma nova feira de arte no ano que vem. A ArtSampa terá direção geral de Brenda Valansi, sócia do evento em parceria com a Dream Factory, e está confirmada para o mês março na OCA.

A feira, focada em arte brasileira, terá as galerias dentro da construção de Oscar Niemeyer, e uma série de eventos realizados ao ar livre, no Jardim do Burle Marx.

46de7214240a76017b5d6a126bc5853a.jpg

SP-Arte 2021

A SP-Arte está de volta presencialmente e online em num novo espaço, a Arca, de 20 a 24 de outubro. Avenida Manuel Bandeira, 360 - Vila Leopoldina. Clique aqui e garanta seu convite.

apple-touch-icon-1200-arte.png

34ª Bienal de São Paulo

A Bienal de arte de São Paulo está de volta em 2021, com a exposição Faz escuro mas eu canto. A data de abertura está marcada para 04/09/2021, com encerramento em 05/12/2021. De terça a domingo, a partir das 10h, no Pavilhão Ciccillo Matarazzo do Parque do Ibirapuera.

d50e0f734952102c37e822c57671cc92.jpg

Desafios da modernidade – Família Gomide-Graz nas décadas de 1920 e 1930

O MAM, Museu de Arte Moderna de São Paulo, apresenta uma exposição dedicada ao art déco brasileiro, destacando os trabalhos de Antonio Gomide, Regina Gomide Graz e John Graz. Com curadoria de Maria Alice Milliet, a exposição está em cartaz de 25 de maio a 15 de agosto de 2021, de terças a domingos, das 10h às 18h.

mam.webp

SP-Arte 2021 - Viewing Room

A famosa feira de arte de São Paulo está de volta este ano! Além da edição presencial (prevista para agosto) a SP-Arte 2021 contará também com uma versão digital, de 9 a 13 de junho, com viewing rooms e stands virtuais de  galerias nacionais e internacionais.

sp-arte_1318-752x490.jpg

MuBE

Exposição em homenagem ao centenário de Amilcar de Castro, de 27 de fevereiro de 2022 a 23 de maio de 2021 no MuBE - Museu Brasileiro da Escultura. Curadoria de Guilherme Wisnik

60229f8e733ae.jpg

ArtRio 2020

A Feira de Arte do Rio de Janeiro apresenta em sua décima edição uma dupla experiência, entre os dias 14 e 18 de outubro de 2020, na Marina da Glória, e do 14 ao 25, em versão Online.

artrio.jpg