Pol Bury

(1922 - 2005)

Escultor e pintor belga nascido em Haine-Saint-Pierre, Bélgica que depois de ter estudado na Académie des Beaux-Arts em Mons, aderiu ao grupo surrealista “Rupture”. As suas primeiras pinturas foram fortemente influenciadas por Magritte e Tanguy. Em 1947, juntou-se ao grupo “Jeune Peinture Belge”, em Bruxelas e, em 1949, foi co-fundador do Grupo Cobra, onde permaneceu até 1951. Desenvolveu estudos sobre as mudanças no tempo e no espaço que originaram, em 1953, os seus primeiros objectos cinéticos, “Plans Mobiles”. Em 1963, Bury realizou as suas primeiras esculturas em madeira encerada. Em 1972, já vivendo em França, com o apoio da empresa Renault, criou um grupo de 50 colunas móveis com 3 metros de altura e em 1976 começou a trabalhar em esculturas hidráulicas que se moviam com o peso da água. A estes trabalhos seguiram-se muitos outros, integrados em arquitectura, como as fontes instaladas nos pátios do Palais Royal, em Paris, em Bruxelas e no Museu Guggenheim em Nova Iorque.

71TUvadxB8L.jpg