Wojciech Fangor

(1922 - 2015)

O interesse de Fangor pela arte não foi diminuído pelo avanço da Segunda Guerra Mundial. Foi aluno de Tadeusz Pruszkowski e Felicjan Szczęsny Kowarski (1940–1944), e em 1946 recebeu seu diploma na Academia de Belas Artes de Varsóvia, onde foi professor auxiliar entre 1953 e 1961. No absurdo da Polônia pós-guerra, Fangor tomou dos estilos expressionistas e impressionistas dos mestres Franceses logo no início de sua carreira. Quando, em 1949, as autoridades instauraram o realismo como a única forma de arte legítima, Fangor começou a pintar seus característicos "personagens" da sociedade Polonesa contemporânea. Sua transição do impressionismo e abstração para o realismo foi relativamente suave, seu trabalho era um tanto quanto diferente das típicas obras Socio-realistas da época.

fangor_pracownia_ag.jpg